Juventude do DEM, nas ruas, pede voto para Cesar, Pezão e Aécio

Márcio José Moraes
A Juventude do DEM faz, diariamente, corpo a corpo com eleitores para esclarecer as propostas de Cesar Maia e mostrar porque ele é o melhor candidato para representar o Estado do Rio de Janeiro no Senado. Os jovens também falam sobre a importância dos votos em Pezão (PMDB), para o governo do Estado, e em Aécio Neves (PSDB), para presidente da República, e explicam que a coligação “Rio em 1º lugar” foi estratégica para enfrentar os adversários. O trabalho, que não se restringe a pedir votos, tem a preocupação de informar e tirar dúvidas dos eleitores sobre os problemas do dia a dia.

O grupo, que neste domingo (3) esteve na Quinta da Boa Vista, é formado por jovens universitários dos cursos de Direito, História, Sociologia, Gestão Pública e outros que convergem para as áreas social e política. Com idade que varia entre 16 e 30 anos, eles estão atualizados com o noticiário e conhecem os problemas das localidades que visitam e do público que abordam.

A distribuição de cartões e folhetos, identificando os candidatos e enumerando suas propostas, ajudam na abordagem. As conversas com os eleitores são individuais ou em pequenos grupos. Sem pressa, eles tiram dúvidas, detalham as propostas do candidato e enumeram as qualidades e experiências de cada um.

Essa força tarefa já percorreu diversos pontos da capital, dos calçadões de Campo Grande e Madureira até a orla de Copacabana e Leblon. O trabalho tem sido bem recebido pelo eleitorado e tem ajuda a identificar os potenciais eleitores da coligação Rio em 1º lugar .
Márcio José Moraes

Cesar e os jovens – Para Cesar Maia, a militância jovem é a base para formação de novas lideranças políticas. Em 33 anos de vida pública, o economista e professor universitário nunca perdeu o contato com os jovens. Nas salas de aula, costuma conquistar a admiração e, em consequência, o apoio político de muitos de seus alunos. “Me sinto revigorado em falar com jovens interessados em política”, disse o ex-prefeito.